DECIEM . the abnormal beauty company

Publicado por: Marlene Vinha a 28 de Oct 2019

Polémicas à parte sobre DECIEM (das quais até eu perdi o fio à meada na altura, admito), julgo que o mais importante é falar sobre o seu legado! A DECIEM cresceu de forma galopante, muito por conta da filosofia e dos produtos que comercializa, mas também pelos preços da sua linha estrela, a The Ordinary. Pois bem, num Natal passado, deitei a mão e um bundle muito catita onde por, cerca de 100€, vierem todos os produtos que aqui veem. Admito já, à partida, que ainda não houve nenhum produto que me tenha arrebatado, mas é inegável o contributo da DECIEM para a  desmistificação do princípio que durante muitos anos vingou no campo da beleza, e que considerava que os produtos bons tinham de ser forçosamente caros.

Analisemos então as várias linhas, e o que usei de cada uma delas:

NIOD (NON-INVASIVE OPTIONS EN DERMAL SCIENCE), é uma gama que põe a ciência ao serviço da beleza, e da qual testei:

Flavanone Mud Não que eu adore máscaras de argila mas volta e meio gosto de fazer uma limpeza mais a fundo e, normalmente, recorro a este tipo de produtos. Desde logo, a cor avermelhada da Flavanone é distinta de tudo o que já usei até à data, e a textura parece lama de algum lugar longínquo no mundo com propriedades milagrosas. É uma máscara potente na sua acção purificante, já que activa a pele e deixa um tilintar após a sua remoção, que assegura também proteger e fortalecer a pele. Promessas à parte, da qual saliento apenas a profunda limpeza que promove, é umas máscara fácil de remover, bastando para isso humedecer e passar um turco morno.

Photography Fluid Opacity É um produto tipo primer que diz formar uma base luminosa com desfoque dos poros, aumento da hidratação e que exponencia a radiância, o que tornaria a pele perfeita. Com base nestas promessas, e depois do uso na prática, não posso dizer que tenha o tenha adorado porque julgo apenas a iluminação poderia ser digna de nota, se não tivesse coisas com acabamento bem mais bonito e natural. De resto, acumula um pouco na pele e quando se aplica a base por cima, nota-se que há ali uma certa incompatibilidade que a torna mais difícil de espalhar. Por esse motivo, tem-me custado horrores terminar!

The CHEMISTRY BRAND, é uma linha está focada no tratamento da pele do corpo:

Hialuronic Concentrate é um concentrado em gel, leve, sem cor e sem cheiro, rico em ácido hialurónico. Aplica-se no corpo todo, em jeito de sérum, antes do creme sendo que a ideia será ajudar a pele a reter a água, contribuindo assim para a sua hidratação. Acontece que a pessoa para tratar a pele do corpo não tem grande pachorra, e por isso, aplicar dois tipos de tratamento em toda a extensão da pele tornou-se algo que não me apetecia fazer. Como também não achei que fizesse grande coisa por aí além, acabei-o e não recomprei.

Heel Chemistry é um creme para os pés mas pode ser aplicado em qualquer zona do corpo que padeça de secura severa, já que assegura desacelerar do aparecimento de pele grossa e rugosa, em duas semanas. Não notei nenhuma melhoria significativa nos meus pés secos que nem cepos, e também não fiquei fã da textura, coisa que estaria disposta a relegar, se o resultasse me convencesse.

Hand Chemistry é um creme tipo chantilly, bem leve e cremoso, que vem numa embalagem de tamanho generoso, o que facilita uma aplicação igualmente generosa de creme. E eu adoro! No entanto, tenho a pele das mãos extremamente secas, o que torna a tarefa de encontrar um creme que satisfaça essa questão, muito, muito complicada. Não desgostei e, para quem tem pele normal, ou para usar durante o dia, será suficiente. No meu caso, fiquei desconsolada, porque esperava bem melhor.

HYLAMIDE, ao contrário da The Ordinary, cujos produtos contam apenas com um ingrediente activo que se combinam entre si, esta linha oferece fórmulas mais complexas que visam tratar problemas específicos. A saber:

subq qmist é uma bruma facial que diz conferir alguma hidratação à pele. Ainda não usei mas promete acalmar a pele e deve ser usada, de resto, como qualquer bruma, depois da limpeza e sempre que seja oportuno: entre cremes, depois da maquilhagem ou durante o dia, para activar a luminosidade da pele.

high efficiency face cleaner é um produto de limpeza versátil no sentido que pode ser usado tanto em peles com maquilhagem como sem, sendo que, no primeiro caso, usa-se em seco e no segundo, na pele molhada. Deve ser enxaguado, sempre, com água. Ainda não o usei, por isso não posso tecer de minha justiça, mas parece ser coisa janota!

subq skin é um sérum que dá hidratação, e promete reduzir linhas e irregularidades da pele. O que mais gostei neste sérum, foi mesmo da textura leve e do facto de não deixar qualquer tipo de rasto. De resto, a hidratação na pele é mesmo a maior vantagem que lhe noto (até porque conta com um complexo de ácido hialurónico), já que durante o tempo de uso não senti na pele nada que fosse além disso.

subq eyes foi de todos, o meu favorito. Séruns de olhos não é coisa que se encontre com abundância e de resto, pode até ser considerado um produto desnecessário. No entanto, gosto de tirar partido da aplicação de produtos em camadas e adoro começar o tratamento da zona periocular com um sérum, por ser fresco e descongestionante, coisa que sabe bem, pela manhã. Este sérum em particular, pode ser aplicado também nas pálpebras e diz combater inchaço e olheiras. Mas não, não ajuda. Contem apenas com um produto muito bom para manter a zona hidratada e elástica.

hif e a steem são duas linhas da DECIEM para cabelos, ainda que julgo que esta última tenha, entretanto, sido descontinuada.

STEMM é um estimulador de crescimento com vitaminas, minerais e amino-ácidos, péptideos e outros polifenóis.Devia ser usado uma vez ao dia mas como deixava o cabelo pastilhento e melado, usei apenas uma vez por semana. Na altura combinei-o com suplementação capilar (ler post aqui), coisa que funcionou bastante bem. 

volume support é um condicionador de limpeza que se apresenta como uma espécie de limpador a seco. Não gostei muito da textura pesadona nem propriamente do resultado após lavagem, se tivermos em conta que supostamente daria volume ao cabelo fino e caído.

No geral, não adoro a marca, o que não quer dizer que não saiba admitir que a lista de ingredientes e as formulações são muito boas, ainda mais se tivermos em atenção a faixa de preços a que nos estamos a referir. Gosto muito do conceito, do packaging e da comunicação, mas depois há ali alguma coisa que me falha a nível sensorial. Para além disso, também me custou reconhecer algum nível de eficácia -promessas& resultados- durante o tempo que os usei.

{Para conhecer mais produtos da DECIEM, espreitar um outro post aqui.]


Comentários
Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers