Águas e Soluções Micelares

Publicado por: Marlene Vinha a 18 de May 2014

Já perdi a conta às vezes que falei sobre águas micelares aqui no blog e, ainda assim, tenho a sensação que nunca será demais dedicar algumas linhas de apreço a este produto que nunca falta cá em casa. Se por um lado é algo que compro em loop, por outro, existem tantas novidades no mercado, que a mim, como pessoa com um blog e apaixonada por cosmética, só me resta testar e deixar-vos aqui a minha opinião.

Para quem não sabe, estas águas ou soluções, compilam num só passo, o acto de limpar e desmaquilhar o rosto. Mas, gostaria de dizer que em termos de limpeza profunda da pele, nem sempre este produto sozinho cumpre eficazmente essa tarefa. Por isso, será importante prestaram atenção às necessidades específicas da vossa pele (oleosa, se está sensível, desidratada, etc.) bem como à vossa rotina (se se maquilham, fumam, etc.) para poderem aferir aquela, que será mais indicada para o vosso caso.

Para mim, que ando com a pele sensível e me maquilho praticamente todos os dias, esta solução é usada de manhã, para limpar resquícios de cremes e remelas, e à noite, depois de desmaquilhar, com óleo ou creme. Mas, desde que falei com a Sara sobre o assunto, passei a incorporar em seguida, uma borrifadela de água termal e uma passagem com algodão limpo. E porquê, perguntam vocês (e muito bem, porque eu também perguntei?). Porque estes produtos são detergentes e, como tal, não queremos que sejam a última coisa com que a pele tem contacto. Perdoem-me a comparação rasca, mas seria como passar um pano embebido em detergente, numa mesa, por exemplo, e não passar água a seguir. Ou seja, na superfície da zona limpa, ficariam réstias de partículas detergentes que, e no caso da pele, não será coisa boa certamente.

Mas, passemos então, a cada um dos produtos em particular.

Bioderma Solution Micellaire, Babies, Children, Bottom, Face and Eyes, que é como quem diz: crianças, podem tomar banho nesta solução, que nada de mal vos acontecerá. Comprei esta água numa altura em que a minha pele andava de costas voltadas ao mundo (como já estarão fartíssimos de saber, se não, leiam aqui) e, como não podia usar água na torneira, esta água super barata (18.9€ por 1 litrada) pareceu-me ser uma opção interessante para retirar máscaras de rosto e finalizar as limpezas de pele. Não é a melhor coisa para limpar a maquilhagem (também não é para isso que se destina) mas, de todas as outras aplicações que lhe dou, ela safa-se muito bem, sem agredir a pele e parece-me ser um produto bem catita para ter sempre à mão.

Depois, passemos à Skin Perfection 3 in 1 Purifying Micellar Solution da L'Oréal, que comprei numa promoção na feelunique e que me ficou por pouco mais que 3€. Na altura, com o entusiasmo da compra (barata) não reparei na parte do "purificante" pelo que fiquei algo reticente em usá-la na minha  pele, aliando ao facto de ter lido reviews que a davam como "abrasiva" e que "deixava um rasto oleoso na pele". Mas, se repararem em baixo, diz também que é adequada para peles sensíveis, sendo que já a usei vezes suficientes para afastar qualquer uma dessas críticas. Também é verdade, que nunca a usei de forma contínua para aferir se, a longo prazo, a dita será de facto pouco gentil para peles sensíveis. Mas, até ver, estou bem impressionada com o produto e, para o preço que custa, mesmo sem ser em promoção, não me parece nada mal.

Agora, a minha última aquisição (em ambos os sentidos) deu-se porque comecei a ver a Água Pura Micelar Corine de Farme em vários blogues, e em tudo que é supermercado. Eu, que não posso ver nada, acabei por comprá-la num Schlecker qualquer ali da esquina, e paguei pouco mais que 5€ por meio litro de produto. Ao abri-la, veio-me à narinas um forte odor a perfume, cuja presença (a meio da lista de ingrediente) confirmei com uma breve passagem de olhos pelo rótulo. Pareceu-me, desde logo, pouco prudente esta característica num produto que se diz para pele sensíveis. Facto que me fez  adiar a sua aplicação algumas semanas, até sentir que a minha pele, finalmente, começara a ficar mais resistente e tolerante às minhas maluqueiras cosméticas.

A vós me confesso que a usei quatro vezes e não tenciono usar mais. Nas duas primeiras vezes, usei-a para finalizar a limpeza com o meu creme desmaquilhante da Àvene e fiquei com a pele a repuxar de tal forma que tive de aplicar logo em seguida, máscara calmante. Nos primeiros segundos/minutos, senti a pele em ebulição que temi o pior e um retrocesso no meu longo calvário que tem sido domar a rosácea. A coisa passou e fiquei na dúvida em atribuir esse facto à água micelar ou ao dia cansativo que tinha tido, sendo que a pele estaria mais frágil também.

Daí, e com essa desconfiança, resolvi dar nova oportunidade à dita. Como se voltou a passar o mesmo (e não, não pode ser coincidência) usei-a, passados uns dias, pela manhã. A pele não está tão massacrada, teve tempo de se recompor durante a noite e por isso, não achei, nessa altura, que fosse tão hostil como das outras vezes. A quarta e última deu-se ontem (ainda não tinha fechado este post) e voltei a ter a sensação excessiva de repuxamento e estímulo da vermelhidão. Adianto que a mesma não se safa mal a retirar maquilhagem ligeira mas, aprendi que há coisas que não vale a pena arriscar. E em coisas de pele, há que arriscar o menos possível. Assim, vou despromover esta menina para tarefas menos nobres, como a de retirar maquilhagem das mãos e lábios e, por agora, vou manter-me fiel ao que já uso, conheço e confio.

Anda a uso, novamente, a Sérénactiv da Noviderm para peles sensíveis e reactivas e gosto bastante, como já o havia afirmado aqui. Super suave, livre de perfumes e relativamente expedita a limpar o rosto, não posso pedir mais. Não retira a maquilhagem dos olhos de forma rápida e eficaz como gosto mas, na verdade, só confio cegamente essa tarefa aos óleos e bálsamos desmaquilhantes, porque simplesmente, não desiludem.

A Eau Micellaire de L'Himalaya de Taaj foi-me oferecida pela Sara já há bastante tempo e só reparei que já havia falado na mesma, aqui, depois de tirada a fotografia de grupo. Pelo que me vou repetir um bocado no que vou dizer. A palavra "purificante", bem como o "para todos os tipos de pele" no rótulo, fez-me duvidar da sua suavidade mas usei, correu bem e não achei nada agressiva. A embalagem há muito que está vazia e admito que não me lembro se era eficaz a retirar maquilhagem, mas como já vos disse, essa tarefa deixo sempre para os óleos.

Por último, e não sendo propriamente uma água micelar, anda a uso esta dragon's blood cleansing water da rodial, que já apresentei aqui e, com  andar da coisa, não deve chegar à próxima ronda que fizer pelas águas, pelo que resolvi encerrar aqui o capítulo. Como já havia dito, ela retira muitíssimo bem a maquilhagem mas não posso deixar de voltar a assinalar, que me arde um nadinha nos olhos e como tal, não pretendo voltar a comprar, a não ser que apanhe uma “promo” maluca igual à que motivou a aquisição desta! 


Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers