Rotina de beleza para pele com rosácea

Publicado por: Marlene Vinha a 10 de Apr 2014

Serigrafia: Ana Rita Paixão

Já vos tenho dado conta aqui, em posts passados, que a minha pele andou (anda) numa fase menos boa, de irritação e sobreaquecimento cutâneo.

Tudo começou há uns meses (cerca de cinco), quando aqui a pessoa, que não pode ver nada e quer experimentar tudo, fez umas combinações de cremes um tudo ou nada arriscadas e o resultado, foi fatal. Estávamos em Novembro, portanto, e a pele que já não andava famosa, ficou ainda pior numa viagem de longo curso para Nova Iorque. Cidade onde a temperatura interior das casas rondava os 38º (apesar de parecer que estava mais) com a humidade muito baixa e, no exterior, os 0º. Este abanão climatérico foi fatal, se a ele juntarmos comidas gordurosas (como só os americanos sabem fazer) e donuts às pazadas, até porque, para mim, são os melhores do mundo. Para juntar à festa, a qualidade (ou falta dela) da água da torneira também contribuiu para que, além de pele irritada, tenha desenvolvido novelos de riças no cabelo.

Um mês depois do meu regresso, ainda andava eu a tentar equilibrar a coisa com máscaras calmantes quando, de um dia para o outro, acordei assim.

Bem sei que não é agradável de se ver e que, até fica mal no meio de tanta fotografia bonita. Mas tinha de provar que a coisa estava mesmo mal, porque já sei que quando conto isto, as pessoas acham que estou a puxar a minha veia dramática. Ora aqui fica provado, que não!

Assim, conseguem imaginar o meu desespero, pois mais que visualmente feio, o desconforto era bem maior. Estive dois dias em casa, sem saber muito bem o que aplicar para este verdadeiro pesadelo passar, que parecia, que a cada hora, pior ficava.

Em desespero de causa, apelei à infinita sapiência (e paciência também) da Dr.ª Sofia (a quem ficarei eternamente em dívida) que me indicou vários produtos para ultrapassar esta maleita.

Assim, vamos ver os cremes que me salvaram a pele, literalmente:

Para a limpeza, acabaram-se os meus óleos amados (pelo menos por enquanto) e passei a usar apenas este trio.

Neutrogena Ultra Gentle Hydrating Cleanser, comprado no Duane Read. Sem fragrâncias, sabonetes, nem parabenos, ajuda a proteger a pele de limpezas agressivas e é ideal para peles secas e sensíveis com rosácea. Diz a marca, que pode ser usado em peles com eczema e psoríase. Tem indicações para ser retirado com uma luva húmida, mas como cortei radicalmente a água da torneira da minha rotina, o remédio foi mesmo recorrer ao Serozinc ou à água micelar.

Avène Antirougeurs Dermo Cleansing Fluid, especialmente formulado para a pele sensível, que não aguenta mais nada, é um creme verde e fresco, que acalma enquanto limpa, ajudando a reduzir a inflamação da pele. Gosto muito deste produto, porque mesmo agora, que já me maquilho, ele não se safa nada mal na hora de retirar base e blush, ainda que nos olhos, tenha de recorrer à água micelar. Não o encontro cá à venda (se souberem, avisem por favor) e foi a C&C que mo trouxe da Citypharma. (Uma leitora mais atenta que eu, encontrou este produto na Skin aqui. Obrigada Ana Filipa. Tenho de mudar de óculos).

La Roche Posay Serozinc, já falei bastante dela aqui, mas posso frisar, que a usei sobretudo para retirar produtos cremosos e, depois da limpeza e antes dos cremes de tratamento. Já estou na minha segunda e última garrafa e, como infelizmente não se encontra cá, vou ter de recorrer a outras água termais.

Passando à parte de tratamento propriamente dito, é do mais aborrecido que pode haver e cingiu-se a estes seis produtos. Primeiro, o Physiogel A.I. Intensive que foi a descoberta desde que tenho rosácea. Foi incrível, mas após quinze minutos da sua aplicação, a sensação de ardor desapareceu completamente, ainda que a vermelhidão não. Mas foi o produto que me salvou nos primeiros dias e usava a toda a hora: de manhã, durante o dia em camada generosa e à noite, numa camada mais generosa ainda. Neste momento, não o estou a usar e reservo-o para situações de emergência em que chego a casa aflita com a pele quente e a repuxar. Também vos digo, que tem sido cada vez menos as vezes em que isso acontece.

A indicações deste produto são que, alivia o prurido, a irritação e hidrata em profundidade e de forma duradoura. Não contém perfumes, parabenos, corantes nem emulsionantes e é uma alternativa válida e recomendável aos corticóides. Acho que nunca mais o vou deixar faltar na prateleira.

Depois, entramos na parte do creme mais chato de todos, o Rosiced 7.5mg/g que, como o nome indicia, é para tratar a rosácea propriamente dita e foi introduzido com cautela na minha rotina, já que o ataquei à bruta, na esperança de que a rosácea desparecesse de um dia para outro (silly me) e a pele reagiu muito mal. Assim, usei de dois em dois dias na primeira semana, e depois fui aumentando a dosagem, até conseguir usar de manhã e à noite, em fina camada aplicada nas maçãs do rosto e antes de qualquer outro produto.

Outra amiga, que já era costumeira na minha rotina, mas que voltei a repescar, foi esta Soothing Mask da Bioderma, para usar e abusar e que fez muito bem pela minha cútis. Acalma a pele, a vermelhidão e a sensação de repuxar e uso, por vezes, em substituição do creme de noite.

Agora, os cremes que têm sido os melhores amigos das últimas semanas. O Sensibio AR Anti-Redness Care da Bioderma, que usei de manhã e à noite e que, entretanto terminou. Hidratante e calmante, é um creme leve, que deixa a pele bonita e reconfortada. O facto de possuir o complexo ARRosactiv® age, segundo a marca, directamente sobre os factores responsáveis pela dilatação e enfraquecimento dos vasos capilares. Dos exteriores, pelo menos. E posso atestar, que sim, que fez muito bem nesse sentido.

Depois, o Tinted Cream Photoderm AR 50+ da Bioderma, foi mais um que apanhou boleia com a C&C das franças, para cá. Isto tudo, e porque como suspendi a aplicação de base e correctores, tive de apelar a um protector com cor, que me desse um escudo, (ainda que muito ténue) contra o vermelho, e bom aspecto por consequência. Uso de manhã e por cima do Rosiced e do creme anterior.

Por último, e para a zona do contorno dos olhos, e já que estamos numa fase de Bioderma, claro que tinha que ser este Sensibio Eye Contour. É um creme/gel, rapidamente absorvido e que acalma esta zona tornando-a menos reactiva. A inflamação, no meu caso, estava bastante subida além das bochechas pelo que foi mais por uma questão de coerência, que resolvemos adoptar este creme.

A pedido de uma leitora, que queria saber como eu estava agora, resolvi acrescentar esta imagem tirada há dois minutos.

Passados três meses de uso, posso dizer que a minha pele normalizou, acalmou e (quase) voltou ao que era antes deste episódio menos feliz, e estou ansiosa para introduzir novos produtos, porque já não há paciência para tanto creme da rosácea. No entanto, e a título preventivo irei usar, para sempre, um creme e/ou sérum, pelo menos na zona poblemática, que sirva de escudo a outros tratamentos que possa vir a adoptar.

Gostava de rematar, dizendo que estes foram os produtos indicados por uma médica para tratar a condição da minha rosácea. Se tiverem algum problema de pele, por favor, consultem um profissional de saúde competente, que vos ajude a tratar o caso específico do vosso problema.


Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers