Nars

Publicado por: Marlene Vinha a 06 de Oct 2015

Depois de umas compras que fiz na Nars quis o acaso, e o facto de não conseguir usar logo as coisas quando as compro, que aqui há uns dias tivesse separado em cima da minha secretária, este conjunto de produtos da marca. Estão a faltar aqui umas coisas, que comprei especialmente para trabalho e que entraram logo ao serviço, mas isso não me desmotivou a tecer umas linhas de apreciação sobre os mesmos, até porque a Nars é uma marca que me divide os amores: ora tenho coisas muito boas ora me saem coisas de qualidade duvidosa e vergonhosa, para o preço que custam.

Daquilo que vos trago de mais fresquinho, têm em comum o facto de serem todas coisas boas e ainda bem, porque é sinal que a marca está a investir no aprimoramento das fórmulas, especulo eu.

A primeira compra, pela qual penei porque esteve tempos infinitos esgotada, foi esta caixa com três batons lápis de edição limitada. Já tinha um e, apesar de achar que é um produto prático mas que na verdade acaba por sair caro porque contém pouco produto labial e desaproveita-se imenso a afiar, achei que esta caixinha saía bem mais em conta, para além de ser linda de morrer. Não serve para mais nada, é facto, mas não lhe resisti, nem à selecção de cores que inclui: o Nars Velvet Matte Lip Pencil Provocative Red (1. um vermelho rosado bem mate e fechado), o Satin Lip Pencil, Luxembourg (2. vermelho glossy, luminosos mas opaco) e o Satin Lip Pencil Yu (3. rosa bem histérico, luminosos, glossy e opaco). Existe a selecção de nudes que também me anda a tentar fortemente. Vinha ainda uma afia espectacular (que infelizmente acho que deitei ao lixo, por engano, a vos me confesso em desabafo).

Gosto muito deste género de produtos porque são práticos de trazer pela carteira, como já mostrei aqui e, apesar de preferir versões que não precisem de afia, estou bastante enamorada por estes em particular, porque são de imensa qualidade. Temos cores intensas e bonitas, bem pigmentadas, com variações mate mas não demasiado secas, e as glossy, no nível certo de brilho, sem a desvantagem de escorrem pelos lábios.

Comprei também este Dual Intensity Blush Fervor (5.), o qual, para além de ter uma apresentação linda, conta com duas cores sublimes variantes do rosa (que me parecia bem mais acastanhado no site): um luminoso e outro mais queimado, ambos com brilho que conferem um ar saudável, nada gritante, às bochechas, e que ficam encantadores mesmo usados como sombras. São pigmentados q.b., ou seja, passando o pincel a coisa não se desfaz mas larga a quantidade suficiente para se fazer um trabalho gradual de cor. Podem ser usados molhados também, sendo que intensifica a cor e a opacidade.

Na onda dos produtos de fazer a modelação, nunca consigo resistir a comprar mais, mesmo que tenha consciência que já tenho opções suficientes para esta vida de maquilhadora. E provavelmente, para a próxima também. Assim, apesar de já ter um produto de contorno da marca, que acho pouco pigmentado e que vem numa paleta que mostrarei numa próxima oportunidade, comprei este Nars Contour Blush (6.) sendo que existem três tons, tendo eu optado pela cor Paloma, um castanho médio, mate, rosado e um bege claro, mais transparente e rosado também. Surpreendentemente, pelo que disse atrás, este pó compacto nada ter a ver com o outro e é muito mais macio e pigmentado ao ponto de bastar uma passagem com o pincel para agarrar produto suficiente. Como o pigmento é refinado e amanteigado, agarra-se à pele de forma natural e pode construir-se em intensidade. Do pó mais claro não acho assim tanta piada, já que quando faço a zona iluminada, prefiro coisas com algum brilho, no entanto, para looks mate ou para quem dispensa esse factor, este pode ser um duo a deitar o olho e as mãos.

Por último, como qualquer apaixonada pela beleza que se preze, não consegui ignorar o facto de haver um batom com o meu nome. Quem tem nomes menos comuns saberá a felicidade que é encontrar um colar, uma malga do leite ou um poster com o nosso nome. Faz-nos sentir especiais mesmo que tenham sido feitos para todas as Marlene da vida. O Nars Audacious Lipstick (4.) não podia ser excepção e teve mesmo que ser meu. Na verdade, até achei que a cor tem tudo a ver comigo: um laranja cor de telha, bem opaco, pesado e vibrante e, não fosse adversa à palavra, diria muito dentro das tendências deste inverno. A embalagem é lindíssima de acabamento mate, pesada e com fecho magnetizado que faz clique e ajuda a manter a tampa bem fechada. 

Se quiserem ver se a Nars dedicou um batom à vossa pessoa, podem espreitar aqui. Eu, mesmo odiando o meu segundo nome, estou tentada a comprá-lo também (e não, não vou dizer qual é).


Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers