Dos óleos: rosto, cabelo e corpo

Publicado por: Marlene Vinha a 11 de Jun 2015

Hoje trago-vos um post centrado numa de tipologia de produtos que simplesmente adoro e que não será propriamente surpresa por aqui. Falo dos “mui” adorados óleos.

Há-os para todos os gostos, feitios e necessidades e espero converter-vos a adoptar um óleo para a vossa rotina de beleza porque garanto que vai fazer muita diferença. Assim, nesse propósito evangelizante, agarrei nalguns produtos que moram cá em casa (uns já usados, outros nem por isso) para mostrar que existe uma enorme diversidade no que toca à oferta deste tipo de produtos e que, só têm que encontrar o vosso. Ou vossos, vá, que depois de começarem a usar, duvido que se cinjam apenas a um.

Já uso óleos há muitos anos e penso que os primeiros aos quais me dediquei, foram os da Clarins e da Phytomer. A oferta não era como a de agora, mas lembro-me que sempre adorei aplicá-los, mesmo quanto tinha pele oleosa e com acne. E este é um dos maiores mitos no que toca aos óleos: "peles oleosas não podem usar óleo". Pois é, podem! Até porque muitas vezes, a produção exacerbada de sebo, tem a ver justamente com a falta de óleos naturais na pele.

Como usar? Misturando umas gotas no sérum ou no creme hidrante. Há quem diga que se pode aplicar directamente na pele mas a verdade é que ingredientes com densidades diferentes, podem não conseguir penetrar a barreira que se forma na superfície da pele. Por isso, normalmente, oriento-me pela textura dos produtos que aplico. Se o sérum for mais leve, aplico antes do óleo, se não, aplico depois. Aplicado em último lugar, na ordem de todos os produtos, funciona como elemento oclusivo que sela tudo o que tenhamos aplicado por baixo. Excelente solução para a pele desidratada que “mora” em ambientes climatizados.

Os óleos podem ter proveniência vegetal, animal ou mineral. No caso dos vegetais, temos uma panóplia enorme de possibilidades, como jojoba, argão ou amêndoa, sendo que cada um traz diferentes benefícios. O óleo de oliva ou de coco são excelentes hidratantes, e óleos, como por exemplo, o de argão, maracujá ou marula africana, são potentes antioxidantes. Já o de argão, consegue reduzir a inflação na pele, o que o torna ideal para peles sensíveis e com rosácea.

A nível de cabelo, o óleo tem a capacidade de o amaciar e condicionar, para além de hidratar, já que oprotege e evita a perda de água. Assim, na minha experiência com cabelo extremamente seco (daquelas aos quais basta uma lavagem semanal) o uso regular de óleo é a única forma de o manter saudável, elástico e com as pontas seladas. No caso de cabelo muito fininhos ou oleosos, os mesmos podem beneficiar igualmente das vantagens de um óleo, desde que seja indicado (ver os da phyto) ou então como tratamento que antecede o champô.

Ora bem, como prevejo que o post vai ser longo, e muita coisa vai ficar por dizer, avancemos já para os exemplos que vão ser apresentados de forma sumária (depois retomarei a cada um deles em posts mais detalhados) e que foram organizados em função da zona de tratamento a que se referem.

Para a secção "corpo", começo por este Sothys Lily and Bamboo Escape Nourishing Body Elixir, que é um óleo maravilhoso, de aroma viciante que se aplica em jeito de bruma. Com acção antioxidante, é um óleo leve, daqueles que quase não deixa rasto, excepto uma pele bonita e perfumada. Não gosto particularmente do borrifador, que dispensa muito pouco produto de cada vez mas entendo que de facto, não é preciso muito para cobrir uma área generosa de pele. Esta marca tem uma selecção exquisite de óleos para rosto e corpo que merece uma análise mais detalhada e um olhar atento, por parte de quem se interessa pelo assunto.

Depois, este Huile de Massage Minceur da Weleda, ao qual já andava a piscar o óleo e que resolvi comprar depois de o ver no blog da Sara. Ora bem, quem passa por aqui habitualmente, já se deve ter apercebido que não costumo falar em cremes de celulite e afins, porque simplesmente acredito que não funcionam. Aliás, não funcionam em pessoas como eu, que comem tudo o que lhes apetece, que não vão ao ginásio diariamente e que não têm um estilo de vida mais saudável. Portanto, estar a gastar dinheiro em cremes de celulite para a seguir enfardar um pote de 600gr de Nutella, são coisas incompatíveis.

Daí que, fico-me com a Nutella e mando os cremes às urtigas, mesmo que isso signifique ter celulite. Sou mais feliz assim, mas não quer dizer que seja desatenta e, uma coisa que noto que me faz maravilhas na zona amaldiçoada (e falo de coxas e rabo) é a massagem com luva, daquela que têm pitons. Acontece que essas luvas deslizam melhor quando massajadas numa zona lubrificada e, se hei-de usar um óleo qualquer, ao menos que seja um adequado.

Assim, este em particular, possui uma combinação de óleos que garantem ajudar na elasticidade e firmeza da zona, bem como com as lombas indesejadas. Vou no terceiro frasco de óleo, que adoro e que aplico depois do duche e massajo com a tal luva, sendo que aplico os restantes tratamentos de seguida. Acho-o deliciosamente divino mas sei que enquanto a Nutella fizer parte da minha "dieta", não vai haver milagres.

Depois, trouxe uma variante interessante do tradicional óleo, que vem nesta vela da La Cremerie, a qual já foi apresentada aqui. Mas basicamente, é uma vela em formato tradicional a qual, depois de acesa uns minutos, derrete e transforma-se em óleo que se usa em massagem. É uma forma diferente de hidratar a pele mas garantidamente mais deliciosa e relaxante.

Na secção cabelo, trago um favorito e uma novidade. O favorito é este Healing Oil Treatment da Macadamaia, que é qualquer coisa de sublime e cujos benefícios já foram apresentados neste post. E, vários meses volvidos, continua a figurar num lugar de honra na minha casa de banho e aplicado quase diariamente porque funciona lindamente em cabelo seco, para selar e uniformizar os comprimentos.

Depois, esta novidade, cujo uso foi interrompido para testar os da phyto, e que é este Rare Blend Oil da Ojon, num sistema trifásico, que só por si seria suficientemente interessante, mas cuja gradação de cores o torna irresistível. Existem várias versões, para diferentes texturas de cabelos e, este em particular, é para cabelos grossos e encrespados. Trata-se de um óleo polivalente que protege, amacia e potencia o brilho do cabelo e consagra, no mesmo frasco, uma selecção de óleos de diferentes proveniências. Ainda não lhe dei uso suficiente para mandar bitaites, mas a coisa promete e irei analisá-lo de forma mais regular, a ver como se porta.

Para o rosto, comecemos pelo óleo desmaquilhante, que nunca pode faltar na prateleira e no momento, o que anda a ser usado é este Extreme Cleanser da Make Up Forever. Este produto é coisa da poderosa, capaz de desmaquilhar a alma. Uso-o no meu kit de trabalho e basicamente, leva tudo à frente, ou atrás, como queiram. É pigmentos, produtos cremosos, máscaras à prova de água. Nada resiste à passagem deste óleo. Simplesmente fantástico. É um pouco "pesado" e gosto sempre de eliminar vestígios com um gel ou mousse, aplicados depois.

Ainda não vai ser hoje que faço uma análise mais detalhada a este Age Confidence Facial Oil da pai (que já me estou a esticar) mas o mesmo já mereceu honras na minha categoria de produtos de sonho, que de facto, são merecidas. Trata-se de um óleo anti-idade, adequado a peles sensíveis e que é indicado para todos os tipos de pele, com alguns sinais de envelhecimento. Fornece um shot de vitaminas, ómegas e nutrientes que são essenciais à pele. 

Depois, mais dois produtos que não foram encetados e falo deste Pure Maracuja Oil da Tarte, sobre o qual nutro grandes expectativas. Promete hidratar, refirmar, iluminar e amaciar a pele já que, como o nome indica, tem óleo de maracujá, cuja infusão de vitamina C promete deixar a pele mais iluminada. A ver vamos!

Outro produto intacto é este Marula Neroli Infused da African Bontanics que vai garantir, diz ele, quando o usar, uma pele profundamente hidratada e radiante. Rico em vitaminas C+E e ácidos gordos, promete ajudar a reduzir as vermelhidões da pele, sendo indicado para peles reactivas.

Por último mesmo, escolhi duas versões multiúsos, já que existem no mercado uma série de híbridos que permitem que se trate, com um só produto, cabelo corpo e rosto, o que pode facilitar todo o processo de olear uma pessoa. No entanto, e pela minha experiência, não os consigo aplicar no rosto, porque os sinto demasiado pesados e prefiro outros mais indicados para o efeito. 

Já vos falei dos afamados óleos da Caudalie ou Lierac mas hoje, e para esta categoria porque é o que ando a usar, trago-vos o nuxe huile prodigieuse (*) que dispensa apresentações e ao qual gabo a qualidade. No corpo, é usar à vontade, já no cabelo, prefiro-o como tratamento pré-lavagem e no rosto, descobri-lhe recentemente uma forma interessante de se usar. A mesma foi partilhada aqui e consiste em juntar duas ou três gotas deste óleo a um creme, e fazer uma espécie de máscara, que deve depois ser retirada. Assim, consigo usufruir dos seus benefícios, sem me pesar na pele. [E por falar em nuxe, a marca está com umas ofertas -pulseiras, velas, óleos e perfumes - bem jeitosas na sweetcare, na compra de produto da marca! Espreitem aqui]

Tenho ainda este Phyto Plage Aprés Soleil, Óleo Sublimador Cabelo e Corpo ao qual ainda não dei uso (também) mas que comprei porque não resisto a produtos para depois do sol, mesmo que fuja dele a sete pés. Isto, porque este género de produtos é forte na sua vertente regeneradora e apaziguadora, coisas muito apreciadas por estas bandas. Como não apanho sol, não usufruo da sua capacidade em subliminar o bronzeado mas estou ansiosa de ver se é tão bom como os irmãos.

O que retiro deste testamento?

1. Óleos são muito completos e têm inúmeras aplicações e vantagens. Basicamente, servem para tudo!

2. Espero ter conseguido convencer-vos a comprar um.

3. São um óptimo investimento porque duram meses.

3. Precisava ter três caras, para poder gastar isto tudo mais rápido.


Comentários
Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers