..e agora a rotina de noite!

Publicado por: Marlene Vinha a 28 de Jun 2016

As minhas vindas ao blog têm sido como as luzes de natal...intermitentes. Mas de facto, deste lado, a coisa anda acelerada pelo que, com pena minha, não tenho escrito tanto gostaria. Mas antes que passe mais tempo, trago a segunda parte da rotina de dia que partilhei neste post e todos os produtos que fizerem parte dos cuidados nocturnos de pele há cerca de...meio ano?!!.

Começamos pela limpeza e há oferta para todas as necessidades e vontades: leite, óleo, espuma e bálsamo!

Vamos a este trio da Ella Baché onde temos o Cocon de Lait Démaquillant (*)+Eau Australe Révélatrice (*) que uso nos dias  que preciso do conforto de um leite e da frescura de um tónico, para dar inicio ao plano de beleza nocturno. Não sou muito exigente com este tipo de produto e não tenho expectativas de que retirem maquilhagem pelo que, os reservo para os dias em que que não me maquilho. Neste caso, gostei bastante porque são produtos suaves, que deixam a pele confortável e macia. Já na altura que os tinha começado a usar, assinalei o facto de gostado bastante do tónico, e agora que o mesmo já terminou, reitero a minha opinião porque de facto, faz toda a diferença. (Consultar o artigo sobre esta dupla da Ella Baché aqui).

Como nunca pode faltar a água micelar, para além da da Uriage, também usei esta L'Eau Tomate Démaquilhante da Ella Baché, um 3-em-1 que limpa pele e olhos e que usava para completar a rotina ou então, à vez com a da Uriage, pela manhã. Mais um produto da marca do qual gostei muito por ser suave e eficaz a retirar maquilhagem e a limpar a pele, de uma forma geral.

Depois, num outro segmento, os produtos em texturas mais oleosas e untuosas, que já sabem reunir a minha preferência. Em primeiro, este Stemcell Super-Food Cleanser da Rodial, que tem passado de rotina em rotina sem que lhe conseguir encontrar serventia. Não dissolve maquilhagem nenhuma e custa um bocado a retirar pelo que, é sempre a minha última escolha e honestamente, não sei com é que o vou usar.  

Depois, os já costumeiros óleos, que jamais podem faltar na prateleira porque na verdade, continuam a ser a minha forma preferida de limpar a pele à noite. Rápidos, eficazes com a maquilhagem e suaves com a pele, recomendo a toda a gente, mesmo às peles oleosas. A usar sem medo! Assim, neste campo usei o Make-Up Removing Cleansing Oil da Caudalie (*) e tenho a dizer, que foi o primeiro produto da marca, até à data, que não gostei e que não recomendo. Não gostei porque simplesmente não retira a maquilhagem completamente (como estou habituada com outras marcas) e porque sentia a necessidade de passar qualquer coisa a seguir, já que deixa um filme oleoso na pele. Coisa que que penso ter a ver com o facto de a fórmula não emulsionar como deve ser. De positivo, temos a selecção boa de ingredientes, como o óleo de amêndoas doces. 

Pior que este, só mesmo o Superfacialist Rose Miracle Makeover Facial Oil da Úna Brennam que foi uma tortura terminar e que considero um dos maiores flops no que toca a must-haves de beleza que volta e meia correm o mundo da blogosfera. Temos assim, um produto que se assume como um pré-tratamento de limpeza, o que pressupõe por si, que exista um segundo passo. Até aí tudo bem, porque a pessoa não se importa de aderir à técnica da limpeza dupla. O problema começa quando este óleo amolece, por assim dizer, a maquilhagem e deixa uma película tão gordurosa e densa na pele que não deixa nenhum produto em seguida dissolver. Resultado, saía do banho com a zona ocular toda borrada, sem ver e com a urgência de recorrer a um terceiro produto, que normalmente seria um desmaquilhante bifásico ou a água Micelar da Ella Baché, deitando por terra todo o propósito dos óleos faciais, que é o de descomplicar a vida! Tem o lado positivo que é o facto de ser elaborado com uma selecção interessante de ingredientes e de óleos bons. 

Por último, este NeoStrata Foaming Glycolic Wash que é uma espuma de limpeza com ácido glicólico, a qual esfolia suavemente a pele e estimula a renovação celular. Apesar de não estar indicado a peles sensíveis, não resisti à formulação em espuma. Uso uma a duas vezes por semana e tenho consciência de que o contacto com a pele é demasiado fugaz para o ácido glicólico ter qualquer efeito que interesse sobre a mesma, mas como complemento a outros tratamentos que se estejam a fazer com vista a tratar o fotoenvelhecimento ou manchas, como é o caso, acho porreiro.

Passando à fase de tratamento propriamente dita, é aqui  que gosto de me besuntar e onde uso os cremes e texturas mais untuosas.  O sérum eleito, durante umas semanas, foi este Hydra Beauty Micro Sérum da Chanel. Nunca usei muitos produtos de rosto da Chanel mas a este não consegui resistir, especificamente pelo packaging bem esgalhado que deixa ver a formulação interessante deste produto, que consiste numas micro esferas azuis de aspecto gélido. Basicamente, é um sérum que fornece hidratação e deixa-a saciada durante um longo período de tempo com uma textura interessante em gel que deixa a pele não colante e confortável.

A novidade deste sérum consiste exactamente nas esferas micro-encapsuladas, as quais, segundo a marca, albergam extracto de óleo de camélia para proteger a sua composição química e o seu poder hidratante, até este chegar à pele. Veredicto? Adorei o sérum embora admita que possivelmente paguei mais do que a formulação vale. Ainda assim, achei coisa da boa, e a minha pele também!

Em seguida, aplico sempre o creme de olhos e na ordem do dia, ou melhor, da noite, andava este Benefiance wrinkle resist24 intensive eye contour creme da Shiseido que é uma linha dedicada a peles com rugas, secura e os danos induzidos pelo ambiente. Cremes de olhos é coisa que tenho dificuldade em encontrar, porque gosto de texturas mais confortáveis e não tenho nenhum eleito, até ao momento. Ainda assim, posso afirmar com toda a sinceridade que este talvez tenha sido dos cremes que mais perto esteve da perfeição porque de facto, tem uma textura rica, que me permite massajar o perímetro ocular, e que deixa a pele saciada e confortável mas não gordurosa. No entanto, quando comprei este creme, fiquei chocada pelo facto de encontrar óleo mineral a encimar a lista de ingredientes e acho que por esse valor, a Shiseido conseguia desenrascar coisinha melhor. De qualquer forma, para quem anda na demanda de cremes de olhos com este perfil, aconselho muito!

Em seguida, creme de pescoço também é importante e andei a usar meses a fio este Décolleé D'Eternité da Ella Baché que já apareceu por aqui várias vezes e do qual gostei. É um creme fluido, leve e que se aplica com suaves deslizamentos, cuja maior vantagem reside no facto de aliar uma textura confortável  à ligeireza de um leite, que não deixa resíduos nem esfarela.

Depois, resta-me escolher um creme e as opções residiam neste dois que aqui vos trago. O Roséliane Creme Rico anti-vermelhidão  da Uriage (*) para noites em que a pele estivesse mais irritada, sobreaquecida ou vermelha já que está indicado para pele sensível, seca e hiper-reativa pois atenua e acalma o rubor e traz uma boa sensação de conforto. De textura untuosa e bastante confortável, considero um excelente produto e não sei se atribua a ele o facto, mas também, de a minha rosácea andar adormecida.

Por outro lado, andei a usar um dos melhores cremes de sempre no que toca a conforto já que este Valmont Prime Regenera II é manteiga pura e está reservado a quem gosta de texturas ultra ricas. Este creme consiste num cuidado nutritivo, que repara a secura cutânea. É um creme protector, que pode ser usado de dia já que deixa a pele nutrida e protegida contra agressões severas mas eu usei sobretudo à noite pelas suas propriedades regeneradoras já que está indicado para peles que perderam lípidos e se encontram desidratadas devido a exposição solar,condições climatéricas ou tratamentos cosméticos. Gostei muito de usar no inverno, e já vou na segunda embalagem que continuo a usar, quando quero extra conforto para a pele ou em dias de trabalho ao ar livre em que a pele esteve mais exposta. Permite a auto-massagem e uso muitas vezes sozinho, directamente na pele. Mais um vez, estamos a falar de um creme que me chocou no que toca a composição, porque tem óleo mineral e vem num frasco (meh) mas de facto, não posso negar que é dos melhores que já usei.

E como se já não bastasse de óleo, eis um dos meus produtos de eleição: o óleo facial. Claro que não os usava por cima deste Regenera, porque de facto a textura dispensa qualquer coisa além do dito, mas o da Uriage não. Daí que quase sempre selava o tratamento com um destes dois óleos. O Dongbaek camellia essence sérum relipidante óleo de camélia da Erborian (*via sweetcare) foi já bastante badalado por aqui, como sendo um excelente produto para pele do rosto e cabelo, que me durou meses infinitos! Excelente formulação, textura fininha e suave, bem acondicionado num frasco de vidro opaco (lindo, lindo) e que é dispensado com uma pipeta. (Ler artigo completo sobre o óleo de camélia aqui).

Como alternativa, usei o Pure Maracuja Oil da Tarte do qual não fiquei cliente e nem sei bem justificar a razão porque na verdade, analisando o produto, temos um óleo bom, rico em antioxidantes, de textura leve e que ajuda a reduzir a inflação na pele. Deve ser combinado com outros produtos para um tratamento diário mais completo, no sentido em que na sua formulação encontramos apenas e simultaneamente óleo de semente de maracujá.

E foi isto minha gente, mais rotinas, em breve! Prometo!


Comentários
Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers