... e a rotina de noite!

Publicado por: Marlene Vinha a 28 de Sep 2016

E a fazer par com a rotina matinal apresentada neste post, a de noite que a acompanhou, já de seguida.

A limpeza já sabem ser sempre a primeira etapa, se possível, mal cheguem a casa. Para além dos produtos que já apresentei de manhã e que, ocasionalmente, também são usados de noite, recorro sobretudo a óleos e bálsamos desmaquilhantes, porque para retirar maquilhagem, não há nada mais rápido e eficaz.

Assim, da rotina anterior, herdei a dupla de óleos desmaquilhantes que já partilhei aqui e que, como adiantei, não gostei. O Make-Up Removing Cleansing Oil da Caudalie (*) não dissolve a maquilhagem bem e deixa um rasto oleoso na pele. Já o Superfacialist Rose Miracle Makeover Facial Oil da Úna Brennam que é ainda pior, porque dissolve a maquilhagem mas depois não a elimina, mesmo recorrendo a um segundo produto (tipo um gel ou uma espuma), torna a tarefa mais complicada porque fica tudo oleoso. Assim, a árdua tarefa de minimizar estes efeitos não desejados, ficou a cargo de um dos seguintes produtos que vos mostro abaixo. O primeiro, o Dermo Soothing Cleanser Mousse da Biotherm, sem sabão e adequado a peles sensível. Penso que este produto foi descontinuado, mas gostei e achei que com a tarefa ingrata de retirar rastos oleosos, se portou lindamente. De assinalar que deixa uma sensação boa na pele, sem sinais de repuxar nem desconforto. Para além deste, usei o já partilhado NeoStrata Foaming Glycolic Wash, que é uma espuma de limpeza com ácido glicólico, a qual esfolia suavemente a pele e estimula a renovação celular. Uso de vez em quando, porque tem ácido glicólico mas na verdade, não há que ter grande receio porque o contacto com a pele dura o tempo de lavagem e não é suficiente para ter impacto substancial na pele. Ainda assim, acho interessante como complemento a outros tratamentos que se estejam a fazer com vista a tratar as manchas, como é o caso.

Findada a etapa da limpeza, avançamos para o pré-tratamento que cabe quase sempre a brumas faciais ou loções. Num primeiro momento, um borrifo da Taaj Brume de Soin Rasayana (*) , que é uma água adequada a peles sensíveis, rica em cálcio e silício. Gostei da bruma sobretudo, pelas qualidades que ela anuncia, mas na verdade, a certa altura o cheiro alterou-se para algo menos agradável, ainda que a não tivesse aberto há muito tempo. Isto tornou-a menos simpática de usar e a solução foi misturá-la com outra loção e despachar rapidamente a coisa. (Mais alguém teve a mesma experiência?) Em seguida, a Anti-wrinkle Moisturizing Spray da Mistian, uma bruma hidratante que aplico e dou leves pancadinhas sendo que, com a pele ainda húmida, avanço para a aplicação do produto de olhos e sérum.

Para olhos, usei na altura este Absolute Eye Complex da Alpha H que se assume como um sérum para aplicar tanto no contorno como na pálpebra. A lista de ingredientes começa logo com ácido hialurónico e niacinamida (óptimo anti-oxidante e restaurador da pele) pelo que, apesar de a textura ser leve, como a de um gel, temos coisa boa para tratar o contorno dos olhos. Diz ter efeito positivo em linhas, olhos cansados e inchados, olheiras e afins mas no meu caso, achei um bom hidratante para a zona que é, e pronto. Não notei nenhuma melhoria dramática mas a zona andava tratada, e mais não peço. Nas pálpebras e por cima do sérum, o Estila Neolid, já falado e mui apreciado, aqui.

O sérum a uso, era o mesmo de dia: da linha Rasayana, sérum antienvelhecimento global da Taaj(*). É um sérum que procura tratar rugas, firmeza (ou falta dela), manchas e desidratação. De tudo o que promete, acho que a luminosidade e a hidratação será mesmo a mais-valia deste produto, que combinei com um dos cremes  que mostro abaixo. 

Para o pescoço, e acompanhado de uma leve massagem, o Neck Contour Cream da Freziderm, que também uso de dia e que basicamente é um gel que ajuda na manutenção do contorno do rosto. Gostei bastante e já ouvi dizer que os solares são igualmente interessantes. Irei averiguar! 

No capítulo dos cremes, duas opções, como quase sempre tenho, e a primeira, um creme já familiar para a rosácea. Falo do Sensibio Rich da Bioderma que é um hidratante básico, de textura rica, adequado a peles secas e formulado para acalmar a vermelhidão de pele com rosácea. Usei nos meses mais frios, que é quando a rosácea costuma andar mais acelerada e funcionou, como sempre, muito bem. Aliás, a minha pele anda anormalmente calma e julgo que em parte, a estes produto específicos para o efeito, que vou mantendo na minha rotina.

Por cima, umas gotas de Dongbaek camellia essence sérum relipidante óleo de camélia da Erborian(*via sweetcare) que foi já bastante falado aqui. O que dizer de novo? Nada! É excelente e adorei não só a embalagem que é linda de morrer, como da excelente formulação e da textura levinha. (Podem reler o artigo completo sobre o óleo de camélia aqui).

Para além desse óleo, usei também uma amostra que tinha do muito afamado FLORA Hydroactive Cellular Face Oil da Sunday Riley, uma sinfonia de óleos bons, hidratante e rejuvenescedor, que promete eliminar sinais de fadiga. A textura é qualquer coisa mais pesadita, nada que me incomode, e ideal para peles secas ou com falta de nutrição e viço. Pode ser usado de manhã e noite, sozinho ou misturado no creme. Usei sempre à noite e gostei, como de resto, gosto de tudo o que são óleos faciais. Como é óbvio, pela amostra diminuta, não consegui tirar a limpo se vale os largos euros que nos separa mas assim que terminar o que ali tenho, penso que me vou atirar a um destes. A minha mãe já usou e gostou bastante!

Em dias alternados, ou sempre que apetece, o Valmont Prime Regenera II que é super nutritivo e rico e que já uso há quase um ano de forma intermitente. É caro e reservo-o para dias de auto-massagem ou sempre que quero um miminho extra para a pele, porque é super untuoso. É um creme protector, que pode ser usado de dia, já que deixa a pele nutrida e protegida contra agressões severas, mas eu usei sobretudo à noite, pelas suas propriedades regeneradoras uma vez que está indicado para peles que perderam lípidos e se encontram desidratadas devido a exposição solar, condições climatéricas ou tratamentos cosméticos.

Para selar isto tudo e tratar dos lábios, já sabem que adoro meu Aquaphor da Eucerin mas ouvi falar muito bem deste Biopel, inclusive que seria uma alternativa super barata ao Eight Hour Cream da Elizabeth Arden. E não é que é mesmo? Até o cheiro e a cor, excepto na textura, que acho mais amolecida! Basicamente, é um produto com múltiplas funções que pode ser usado em zonas extremamente secas, não só do rosto, como corpo, cutículas, joelhos e cotovelos. Pode também ser usado em bebés, para assadura da fraldas, por exemplo, porque é altamente nutritivo, emoliente e regenerador. Muito bom!


Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers