Pixi make up

Publicado por: Marlene Vinha a 19 de Aug 2015

Vamos a mais uma ronda de coisas que trouxe de Londres?

Ora bem, antes de ir em viagem andei a fazer prospecção de mercado, que é como quem diz, a perguntar às amigas sugestões de coisas boas para comprar por lá. Nada que não se consiga mandar vir, mas se os portes são proibitivos, mais vale aproveitar a viagem e, além de fazer uma visita à loja e testar tudo in loco, aproveito e compro logo o que estava previsto.

Assim, uma visita à pixi é sempre algo simpático de se fazer, não só porque a loja é amorosa mas porque está longe do movimento frenético que outras lojas têm. Pelo menos nas vezes que lá fui e desta, não foi excepção. Mexi em tudo e sendo que ia filada no tónico e nos lápis, acabei por trazer mais umas coisinhas e beneficiar também de umas ofertas.

Comecei logo bem porque na compra de uma, veio de oferta outra Shea Lip Butter nas cores Honey Nectar(6) e Natural Rose(7). São, como o nome indica uma manteiga de lábios com a qual conseguimos um pouco de cor também. Adoro as embalagens e as cores da paleta, mas não resisti ao Honey Nectar, que é um nude que fica bem transparente e natural nos lábios. Já o Natural Rose, o meu favorito, deixa os lábios com aquele rosa queimado, que parece resultado de uma mordida. Têm ambos um acabamento lustroso e os lábios ficam hidratados. Lindos, lindos!

Depois, na parte de tratamento de rosto, a pixi tem uma linha mais diversa do que eu julgava (na loja não vi metade destes produtos à venda, sabe-se lá porquê, mas ainda bem, por um lado) e da qual andava já a namorar o Glow Tonic. Este tónico contribui para uma pele radiante, que se aplica depois da limpeza da pele, com um algodão, e antes da aplicação dos tratamentos. Diz o produto, que pode ser aplicado de manhã e à noite, mas como a minha pele é o que se sabe, limito a sua passagem a duas ou três semanais. Às vezes nem isso, e tem corrido bem assim. Livre de óleo e álcool, contém aloé vera e Hamamelis, ácido glicólico, e promete tonificar e refirmar a pele, estimular a circulação e reduzir linhas. Ora bem, de todas estas promessas, sinto que a de luminosidade e de melhorar a textura da pele, são as mais realistas. Já as restantes, não sinto assim nenhum efeito dramático, mas a verdade é que, como disse, também não o uso de forma diária nem regular.

Depois, e porque não resisto a brumas de rosto, claro, comprei este Glow Mist. É um produto bifásico que tem que se agitar antes de se usar, e o melhor que tenho a apontar, além da lista de ingredientes, é que de facto usufruimos de um orvalhado delicado no rosto e não um esguicho, como acontece com outros. É delicioso, antes dos produtos de tratamento, no fim da maquilhagem (e não, não acredito que isto fixe o que quer que seja, apesar de dizer que sim) e ao longo do dia, para dar um glow extra ou refrescar. Desse ritual ficamos a beneficiar dos 13 óleos que a formulação apresenta, do aloé vera e de extractos de fruta. Em suma, gosto bastante e acho uma óptima bruma, a juntar às que vos tenho trazido por aqui.

Depois , na categoria de maquilhagem de olhos, veio uma selecção de cores dos Endless Silky Eye Pen  pela ordem apresentada: Black Noir (1, preto carvão), Black Cocoa (2, chocolate rico e escuro, mate), Copper Glow (3, um cobre bem intenso e misterioso com uma declinação malva e brilhante) e o Deep Plum (4, um ameixa rico de brilho muito ligeiro).

O forte destes lápis é mesmo a textura muito, muito cremosa, as cores intensas e vivas, e a duração. Se bem que já os testei em mim, sem qualquer primer, admito, e os cantinhos do cat eye não seguraram o dia todo. Em trabalho, com os cuidados que tenho de aplicá-los por cima de primer ou segurá-los com sombra, são exímios e são sem dúvida, dos melhores lápis que tenho. Claro que têm um senão, porque estes queridos não são baratos (a libra está pela hora da morte) e como são extremamente molinhos, também se gastam em dois tempos.

Depois, de oferta, veio um pincel de olhos daqueles espalmados e pêlo macio, com um cabo gracioso na cor dos lápis, e ainda um eyeliner de ponta em feltro, o Lash Line Ink (5). Já sabem que tenho um problema com este tipo de produtos e ainda estará para ser inventado um que de facto me convença. Ainda assim, este tem de bom a ponta fina e extra-precisa, que permite que se preencha os espaços entre as pestanas, mas também desenhar um cat eye sem grandes acrobacias. Nunca o usei em trabalho, porque não é higiénic,  mas usei em mim um par de vezes e gostei. Resta saber se irá durar pouco, como todos os seus antecessores.


Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers