Máscaras para pele desidratada, seca e irritada e ainda, com rosácea, claro!

Publicado por: Marlene Vinha a 06 de Jan 2015

Vamos então ao segundo post com produtos para ajudar a pele a sobreviver ao frio que se tem feito sentir. Hoje apresento-vos a minha tipologia preferida de máscaras, as hidratantes.

Assumo que faço máscaras todos os dias e muitas vezes, se tiver tempo, mais que uma ou duas por dia. Sinto que fazem maravilhas pela pele já que são um tratamento efectivo e com o qual se vê resultados imediatos. Aplico depois de limpar o rosto, incluindo no pescoço e zona ocular (excepto se recomendado em contrário) e, passado o tempo de pose, borrifo a pele com água termal e massajo até à pele absorver o excedente, após o que, aplico os tratamentos normais.

Vamos então à Masque Crème Anti Soif da Clarins (mil perdões porque está pessimamente fotografada), cujos produtos da mesma linha já tinha usado e apresentado aqui, sendo que esta máscara tinha ficado em stand by. Entretanto comprei uma para mim (e outra para a mana) para aferir se a coisa seria boa, tal como o resto da linha testada e posso dizer que o aval é positivo. Podia ser um nadinha mais rica e untuosa e, olhando para a lista de ingredientes (e de acordo com a avaliação feita neste site), se calhar conter mais coisas boas, mas para o objectivo que se presta, acho que se tem portado muito bem.

A Nourishing Hydration Mask da linha Aquaction da Olay veio no seguimento da muito adorada Total Effects. Não sendo má (de longe) também não é tão boa como a outra apenas por uma questão mínima, que se prende com o facto de esta máscara ser em papel tecido bem mais grosso que a outra, o que a torna, desde logo, mais difícil de aplicar e segurar no rosto. Depois, o líquido em que vem impregnada é mais grosso e viscoso, e não tão abundante. Anda assim, a avaliação é positiva e o resultado também: pele fresquinha, reafirmada e hidratada. Por isso, cumpre o que promete.

No campo da hidratação e também do apaziguamento de peles reactivas e sensíveis, tenho estas três.

Em primeiro, esta Phyris Sensitive Anti-stress mask, uma máscara adequada a pele seca e sensível, que comprei vai fazer dois anos, na Exposcosmética e que, pelo tamanho da embalagem e pelo facto de não ser das melhores coisas que a minha pele já usou, estimo que vai demorar a finar-se. Avanço desde já, que adoro o resto dos produtos que comprei e que fiquei impressionada com a extensão da marca, as embalagens maravilhosas e pela sua filosofia (nomeadamente apelarem ao double cleansing, tal como na Kanebo). Por isso, a avaliação deste produto em particular não macula a vontade que tenho de experimentar mais coisas.

Começo por apontar então as particularidades de que não gosto assim tanto: o ser demasiado fluida, sendo que se me apetecer aplicar uma camada mais generosa, tende a escorrer pelo perímetro recomendado. Depois, deve ter algum ingrediente menos recomendável para peles reactivas porque volta meia, enquanto a uso, acendem-se-me as bochechas. Nada de grave, caso contrário não usaria, mas desconfortável o suficiente para não recorrer a ela mais vezes.

A marca apresenta-a como tendo centelha asiática (para promover a elasticidade da pele e a síntese de colagénio) que tem propriedades anti-inflamatórias, extracto de alcaçuz que possui efeito calmante e ainda calêndula, com propriedades anti-inflamatórias e antibacterianos, e ainda, óleo de macadâmia. O que me parece tudo muito bem, por isso o problema deve ser outro mas não consegui encontrar a lista de ingredientes completa.

Em suma, esta lista de ingredientes sugere coisa da boa mas, e como já disse, não noto que a acção calmante seja notória nem intensiva. Nesse requisito, prefiro a Soothing Cocoon Maks da Phytomer, marca que adoro (adoro duas vezes para reforçar o quanto gosto dela) e, este produto indicado para estados sensíveis de pele,não é excepção. Consiste numa máscara verde clarinha, fresca e leve, que seca ligeiramente, decorridos os minutos de pose, findos os quais retiro com água termal. Excelente: pele normalizada a nivel de hidratação e da vermelhidão.

Por último, uma máscara de uma marca pela qual sinto a maior curiosidade mas que, dos poucos produtos que testei, não me impressionou. Infelizmente, esta Dermforce Masque Multi- défense Care da Payot- não foi excepção. Afirma a mesma que ajuda a fortalecer a pele e o seu sistema imunitário no sentido de a ajudar a enfrentar as agressões diárias. Possui, na sua composição, bifidus activo, vitaminas com ómega 3 e 6, óleo de rosa e afins. A textura é cremosa, mas não untuosa, e não chega a secar. Depois de retirada, a verdade é que não noto nenhuma alteração drástica na minha pele e por isso, irei procurar coisa melhor na qual investir o meu dinheiro para a próxima vez.

E de máscaras hidratantes estamos faladas até à próxima. Amanhã, atacamos os cremes de mãos!


Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers