Esfoliantes de corpo

Publicado por: Marlene Vinha a 18 de Feb 2015

Hoje trago-vos um post rápido, para vos dar conta de um produto que uso pouco e que deve ser a segunda vez que aqui aparece no blog - esfoliante de corpo. Se há coisa que não sou esquisita, na hora de exigir qualidades, é este. Basta ter a seu favor o tamanho certo de grão, e de conter óleo, que temos eleito.

Já sabem, para uma acção mais intensiva, aplicar o esfoliante com a pele seca, ou húmida, para uma acção mais suave. Gosto de aplicar em movimentos circulares e ascendentes, insistindo (muitas vezes com violência, admito) na zona dos pés, cotovelos, joelhos e mãos, cerca de uma vez por semana.

Vamos então passar vistoria de forma sumária aos que moram, e aos que moravam, aqui em casa.

Do lado esquerdo temos então, o peeling corporal com polifenóis de uva da Bruno Vassari, que contém sal marinho e algas, na sua composição. É uma pasta super apetitosa que apela aos sentidos, já que não só cheira maravilhosamente bem, como tem uma cor avermelhada muito convidativa. Os grãos, são do tamanho e quantidade certas, para eliminarem asperezas da pele e deixarem-na lisa e levemente nutrida, como eu gosto.

Acima, temos uns cristais que fazem parte do Thalasso Scrub da Deborah. Não vou entrar em grandes descrições porque este esfoliante é hediondo e estou a ver-me à rasca para o terminar. Consiste num produto bi-fásico que casa, na mesma fórmula, "sal marinho" e óleo. No entanto, o sal é muito grande para ser agradável e, além da dolorosa aplicação, o óleo não é capaz de o suster colado à pele, para que se possa proceder à massagem. Que “é só” aquilo que activa a esfoliação (física, neste caso). Conclusão, o sal cai todo mal toca na pele e nem por sombras cumpre a sua função. Temos divórcio!

Depois, passemos a outro esfoliante que adoro, adoro - esfoliante divino da Caudalie (*). É composto, diz ele, por cristais de açúcar escuro (no tamanho certo, digo eu) e ainda quatro óleos vegetais (uva, argão, hibisco e sésamo) que, lá está, deixam o tal rasto de lisura nutrida que eu tanto aprecio. Isto tudo, sob o aroma característico desta linha. Divino, é sem dúvida o adjectivo que melhor o qualifica!

Por último, tenho este esfoliante da H&M (*) que penso que se trata de uma edição limitada. Mas não temam, que não perdem nada, porque era de facto fracote. Grão demasiado fino e esparso, que nem cócegas faz, submerso num creme agradável mas que não acrescenta nada ao produto.

De resto, já se finaram praticamente todos e ando à procura de substitutos. Por isso, aconselham algum? Tem que ter óleo à mistura.


Comentários
Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers