Compras em viagem- Uma crónica em III partes

Publicado por: Marlene Vinha a 05 de Sep 2012


Férias, para mim, mais que descansar o corpo, é arejar a cabeça, fugir das rotinas, dos sítios comuns e dos hábitos. Aproveitar para conhecer, ou revisitar, sítios, ver coisas novas, enfim, mudar de ares. E claro que, ao planear o roteiro antes de ir, fico sempre com expectativa relativamente a lojas de cosmética e maquilhagem.

Assim, resolvi fazer este post, em jeito de crónica/guia de compras, dividido em três partes, sendo a primeira paragem, a cidade de Bruxelas que está razoavelmente bem servida em termos de maquilhagem. Destaco sobretudo algumas lojas de marcas super exquisite e selecionadas, espaços clean e de bom gosto, e atendimento muito simpático.Em todos os dias que lá estive, tentei conter-me, mas chegou a determinada altura, que foi impossível resistir às montras pejadas de produtos de beleza. Assim, a primeira loja que entrei, foi a Galeria Inno (Rue Neuve, 111-123 ) que é uma espécie de El Corte Inglês. Depois de passar pelos corners de marcas que também temos cá no Porto, eis que os meus olhos se iluminaram, e fiquei especada a olhar para o balcão da Giorgio Armani. Quase morri, quando vi, perfeitamente alinhadas, as sombras Eyes to Kill (muito apropriado o nome, a propósito). Pensava eu que já tinha visto de tudo, e que a Chanel é que era! Na minha opinião, estas sombras superam em espetacularidade as da Chanel, porque simplesmente cada embalagem parece um aglomerado compacto de pós galácticos e estrelas! Melhor que palavras, uma imagem.


Ok, não trazem pincel, são ligeiramente mais caras e a verdade é que, quando aplicadas, as cores misturam-se e perdem um pouco do esplendor hipnotizante. Mas raios, são lindas que se fartam! Depois de quarenta minutos a "fuçar" em tudo, e testar sombras até ao cotovelo, lá tive que me decidir por duas e estas foram as que vieram comigo! Se havia mais bonitas? Havia. Mas fiquei ofuscada e baralhada na hora escolher e, se fosse hoje, tinha optado por outras cores.

A parte com mais piada desta história foi pedi-las à funcionária, em francês. Muito cómico e ridículo demais para poder descrever aqui. Mas entre gestos e sinaléticas universais, lá me fiz entender e vim embora com bastantes menos euros na carteira, mas muito mais feliz! Ainda tive oportunidade de experimentar o baume desmaquilhante da Armani, para tirar tudo do braço, e devo dizer que se portou muito bem! Mais um para a wishlist.

Loja seguinte, numa zona chique no Sablon - beauty by kroonr&brown (Rue Lebeau, 49). Entrei a medo e um pouco intimidada, mas a atmosfera  despojada, perfumada e com produtos selecionados, conquistou-me logo. Um sonho de espaço. 

Duas funcionárias abordaram-me de forma simpática e deixaram-me à vontade. A marca de maquilhagem que desconhecia, Jane Iredale, não tinha assim propriamente nenhum produto distinto ou que sobressaísse por aí além, mas gostei sobretudo das embalagens, simples e elegantes. Não ía comprar nada, mas uma das maquilhadoras perguntou se eu queria experimentar alguma coisa e claro, que não me fiz rogada!

E foi assim que estraguei os meus planos de contenção orçamental, pois bastou ela pousar um pincel gorducho na minha bochecha ainda mais gorducha e começar a proferir coisas como "you have such a beautiful skin", e "what lovely eyes", que pensei: "bolas, já não saio daqui de mãos a abanar"! Sou uma fácil, já sei! Mas também só trouxe o quarteto que podem ver ali e o livro da Rae Morris (que estou a ler e adorar). E trouxe, de oferta, dois mini batons super fofinhos, de sabor a limão!

Por último, entrei numa espécie de drugstore - DI, beauty and care (Rue du Bailli, 68)- ao melhor género Boots, recheada com marcas acessíveis, e trouxe de lá estes mimos. Umas ampolas lifting para dar aquele up antes da maquilhagem. Dois vernizes da Revlon que são uma riqueza. Aliás, o azul é um excelente substituto para o Glitter in the Air, da Deborah Lippman. E o verde é cpm cheirinho a praia. Trouxe uma máscara de argila rosa para peles sensíveis como a minha, e que ficou ainda pior nesta viagem, sendo que ainda não recuperou. Um óleo de massagem para rosto, porque simplesmente, sou viciada nestas coisas e em breve farei um post sobre o assunto. E ainda uma lata de creme de mãos, que veio sobretudo porque adorei o packaging retro.  .

Depois, quem for a Bruxelas, visitem a Senteurs D'Ailleurs (1A Place, Stéphanie). Um luxo de loja com Laura Mercier, Dermalogica, Deborah Lippman, Ellis Faas e mais umas quantas marcas super fancy. Fiquei colada em tudo, mas não comprei nada. Gostaria apenas de destacar os nosso sabonetes Claus, que me deixaram inchada de orgulho e claro que não saí de lá sem dizer que era portuguesa!

E pronto, desta primeira paragem, foi tudo! Em breve, quem tiver paciência para me acompanhar nesta volta virtual, faço a segunda parte desta crónica!


Comentários
Disclaimer

Todos os produtos mencionados neste blog são comprados por nós. As ofertas são identificadas com um (*) e merecem da nossa parte (no caso de apreciações) a mais sincera opinião, tal como todos os outros.

Possuímos um sistema de afiliados com a loja online Skin.pt e com a sweetcare.pt, por isso, colocamos links a apontar para produtos à venda nas mesmas.

Os links para produtos colocados nos posts, são apenas indicativos. Sugerimos aos nossos leitores uma pesquisa prévia em diferentes pontos e plataformas de venda, de maneira a garantir compras informadas.

Não fazemos posts patrocinados (publiposts) e, como tal, nenhum dos conteúdos apresentados neste blog é pago. Assim, reservamos a zona lateral esquerda para banners, publicidade paga, acções e passatempos a decorrer no blog, e o rodapé a parcerias.

Os conteúdos visuais e escritos são da nossa autoria. Os conteúdos cedidos/citados serão identificados com o autor e/ou fonte dos mesmos.

SweetCare - Saúde, Beleza e Cosmética

Diff Hair Designers